Lipofilling, a lipoenxertia nas mamas 3


Lipofilling-lipoenxertia-seios-mama

Neste últimos anos, um dos focos do meu trabalho tem sido a utilização da gordura retirada de áreas indesejadas do corpo através da lipoaspiração para a melhora da qualidade estética das mamas. Este foi assunto das minhas teses de mestrado em 2011 e de doutorado em 2015.

A gordurinha indesejada, após lipoaspirada e devidamente preparada, é introduzida nas mamas através de uma minuciosa e cuidadosa técnica chamada “lipofilling” ou lipoenxertia.

Esta técnica, apesar de ser um procedimento simples em relação à sua recuperação pós-operatória, é de alta complexidade e exige equipamentos específicos, uma equipe preparada e um cirurgião plástico muito bem treinado, com grande conhecimento teórico no assunto.

Neste último mês de janeiro publiquei na revista da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica um caso inédito de reconstrução de mama bem sucedida (previamente considerado inoperável) utilizando a lipoenxertia das mamas.

lipofilling-mama

Entenda o que é importante saber antes de fazer este procedimento:

 

Qual é a indicação do procedimento?

É indicado para a melhora estética das mamas, associado ou não a implantes mamários. A lipoenxertia é indicada também para o tratamento de sequelas de queimadura e de radioterapia nas mamas. Além de ser uma ótima opção para as reconstruções das mamas, pois não deixa sequelas e cicatrizes inestéticas em outras áreas corporais, uma vez que a coleta da gordura é feita através da lipoaspiração.

 

Como é a recuperação pós-operatória?

A lipoenxertia das mamas tem como principal vantagem em relação aos outros procedimentos mamários, o rápido tempo de recuperação. Como a quantidade de gordura que pode ser injetada nas mamas em uma cirurgia é pequena, a lipoaspiração realizada para a coleta da mesma geralmente é pequena, e por isso a resposta inflamatória corporal também é reduzida, permitindo uma rápida recuperação e alta hospitalar no mesmo dia da cirurgia.

Além disso, como não há cortes nos casos em que não é associado a inclusão de implantes mamários, não é necessário nenhuma restrição pós-operatória das suas atividades habituais. Apenas não são recomendadas atividades físicas no primeiro mês de pós-operatório.

 

O “lipofilling” é seguro?

O procedimento exige muito preparo técnico e conhecimento teórico da equipe cirúrgica. Se a coleta, o preparo e a técnica de injeção da gordura não seguirem criteriosos conceitos, a probabilidade de complicações é alta. Entretanto, com os recursos atuais e uma equipe adequadamente capacitada na técnica, o procedimento é bastante seguro.

Para mais informações entre em contato, clique aqui.

Conheça o meu trabalho, visite www.franciscoclaro.com.br

Francisco Claro Jr. (M.D.,Ph.D., SBCP, ISAPS, IPRAS), CRM 113421
Cirurgião Plástico Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP),
Membro da "International Society of Aesthetic Plastic Surgery" (ISAPS);
Membro da "International Confederation for Plastic Reconstructive & Aesthetic Surgery" (IPRAS).

Av. Indianópolis, 2244 – São Paulo – SP.
Tel: (11) 5585-9119 Fax: (11) 5584-5122  Twitter: @fclarojr


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 pensamentos em “Lipofilling, a lipoenxertia nas mamas