Ginecomastia – O aumento das mamas masculinas


O que é:

Ginecomastia é o aumento das mamas no sexo masculino. Ela pode ser decorrente do crescimento do tecido mamário glandular, do excesso de gordura ou ambos.

 

O que causa:

É naturalmente comum no início da infância e na adolescência, quando o corpo está exposto a uma grande mudança hormonal. Entretanto, nos adultos ela pode ser induzida pela utilização de anabolizantes, doenças do fígado, exposição ao hormônio estrogênio, tumores e obesidade. Causas menos comuns podem ser também: quimioterapia para o tratamento de câncer, insuficiência renal, falta de testosterona no organismo, efeitos colaterais de algumas medicações e hipertireoidismo.

lipoespiracao-masculina

Como fazer o diagnóstico:

O diagnóstico é clínico e pode ser identificado pelo próprio paciente. Entretanto, se a causa não for decorrente da obesidade ou utilização de anabolizante (fatores mais comuns), é necessário uma avaliação de um endocrinologista.

 

Qual é o tratamento?

O tratamento é cirúrgico. O tipo de tratamento deve ser avaliado cuidadosamente por um cirurgião plástico e é definido de acordo com a quantidade de gordura, glândula e pele na mama masculina. Os tratamentos cirúrgicos são:

 

  1. Lipoaspiração: Nos casos em que há predomínio de gordura nas mamas, sem excesso de pele ou tecido glandular. Com este procedimento, são feitos apenas pequenos orifícios próximos as mamas e excesso de gordura é aspirado. A lipoaspiração favorece ainda a retração da pele das mamas, o que permite uma boa acomodação da mesma e um bom resultado estético.

 

  1. Retirada da glândula: Quando há predomínio de glândula mamária , sem excesso de gordura ou pele, é preconizado uma incisão, geralmente feira na metade inferior da aréola.

 

  1. Retirada de glândula e pele: Quando é observado excesso de glândula e pele, o mais indicado é uma incisão em volta de toda a aréola. Em casos extremos, são necessários mamoplastias redutoras, na qual é realizada a retirada de pele que pode avançar até a região dorsal de cada mama.

 

  1. Correção da ginecomastia associada a lipoaspiração: Quando os três componentes estão aumentados na ginecomastia, ou seja, existe aumento de pele, glândula e gordura, o mais indicado é se fazer a lipoaspiração para a remoção do excesso de gordura, seguida pela retirada de glândula e pele.

 

Como evitar?

Nossa recomendação é levar uma vida saudável, com atividades físicas frequentes e não utilizar anabolizantes. O uso de anabolizantes geralmente leva a alterações irreversíveis das mamas, não sendo incomum o desenvolvimento de mamas femininas que necessitem mamoplastias redutoras com grandes cicatrizes para correção.

 

Atenção!

Mesmo após a correção cirúrgica, a ginecomastia pode voltar se houver novo estímulo, como a utilização de anabolizantes.

 

Para mais informações entre em contato, clique aqui e envie sua dúvida.

 

Francisco Claro Jr. (M.D.,Ph.D., SBCP, ISAPS, IPRAS), CRM 113421
Cirurgião Plástico Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP),
Membro da "International Society of Aesthetic Plastic Surgery" (ISAPS);
Membro da "International Confederation for Plastic Reconstructive & Aesthetic Surgery" (IPRAS).

 

Av. Indianópolis, 2244 – São Paulo – SP.
Tel: (11) 5585-9119 Fax: (11) 5584-5122  Twitter: @fclarojr

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *